quarta-feira, 21 de junho de 2017

The Love Witch (2016)


Direção: Anna Biller
Roteiro: Anna Biller
Elenco: Samantha Robinson (Elaine)
Gian Keys (Griff)
Laura Waddell (Trish)
Jeffrey Vincent Parisel (Wayne) 
Jared Sanford (Gahan) 
Robert Seeley (Richard) 
Jennifer Ingrum (Barbara) 
Origem: EUA


" I am the Love Witch and
I am your ultimate fantasy!" 









  Anna Biller é uma diretora, atriz e figurinista conhecida por seguir uma linha conceitual em seus trabalhos, como excessos visuais, usando muitas cores e humor burlesco para falar de seus personagens femininos, seguindo a Teoria Feminista do Cinema. Além de ter sido responsável pela direção e roteiro de The Love Witch, cuidou também de todo o figurino, cenário e produção.
 

   Após a misteriosa morte de seu amado Jerry, Elaine, uma jovem e bela bruxa, sai de San Francisco para tentar recomeçar sua vida em uma pequena cidade no interior da Califórnia. Em seu apartamento de estilo gótico vitoriano, determinada a encontrar o homem dos seus sonhos e finalmente ser feliz no amor ela faz diversas poções e feitiços para sedução. Acontece que as vezes sua magia acaba saindo forte demais e seus pretendentes acabam morrendo de amor... literalmente. 












   Uma comédia de horror filmado em película 35mm, impresso diretamente do negativo original, para ter o efeito Technicolor utilizado na década de 70, com tons de cores vibrantes e toda aquela belíssima estética vintage, possui toques do estilo Giallo (gênero de horror italiano) e filmes da Hammer. Ao mesmo tempo que o vermelho se destaca, temos tons pastel, rosa e lindas texturas; o apartamento de Elaine é repleto de pinturas com temáticas ocultistas, belas garrafas, pentagramas, caldeirões e ingredientes para seus feitiços. É uma bela homenagem aos filmes exploitation dos anos 60 e 70, além de Samantha Robinson estar encantadora no papel de Elaine, com seu figurino e maquiagem impecáveis, delineado gatinho e muita elegância.




      Apesar de toda essa temática, a história se passa no mundo de hoje. Elaine passa os dias fazendo suas poções, participa de rituais pagãos, cultos e frequenta um clube de dança burlesca junto com outros "bruxos" seus amigos.

   
  Um filme ousado que explora muito a sensualidade, o impacto de um narcisismo patológico, desejos femininos e a bruxaria na era moderna. Elaine tem uma necessidade enorme em ser amada, mas ao mesmo tempo é forte, poderosa e tem um olhar hipnotizante. Me encantei por The Love Witch e toda sua bela fotografia.




Nenhum comentário:

Postar um comentário