terça-feira, 8 de novembro de 2016

Livro Grandes Contos - H.P. Lovecraft

Título: Grandes Contos
Autor: H.P. Lovecraft  
Editora: Martin Claret
Páginas: 1176
Lançamento: 2016
Tradução: Alda Porto; Lenita Maria Rimoli Esteves





“A emoção mais antiga e mais forte do homem é o medo, e o medo mais antigo e mais forte é o medo do desconhecido”









   Conhecido como o pai do terror cósmico, um dos mestres do gênero do horror fantástico, Howard Phillips Lovecraft nasceu em 20 de agosto de 1890 em Providence, Rhode Island, perdeu seu pai na infância e foi criado pela sua mãe, duas tias e seu avô. Foi uma criança prodígio, gostava muito de ler (começou a ler aos 3 anos de idade) e já escrevia seus poemas aos seis; foi muito incentivado pelo seu avô, que havia lhe apresentado versões infantis da "Ilíada" e "Odisseia", além de clássicas histórias do horror gótico. Também passou a ter muito interesse em astronomia. Era uma criança bem frágil, sofreu um colapso nervoso que o impediu de conseguir seu diploma de graduação do ensino médio, o que dificultou sua entrada numa universidade. Passou por dificuldades financeiras após a morte de seu avô, gostava de ficar até de madrugada escrevendo poesias e sobre astronomia e conseguiu fazer publicações sobre o assunto em jornais locais. Logo deu início a sua carreira de escritor, e começou a escrever histórias curtas de ficção até lançar seu primeiro trabalho profissional na revista Weird Tales, onde trabalhou por algum tempo, sua mãe faleceu antes de ver algum trabalho do filho publicado. Casou-se com Sonia Greene e foram morar em Nova York, mas Lovecraft nunca gostou da cidade e após passarem por alguns problemas, acabam se separando, e ele decide voltar para Providence. 

   Após sua volta, seu trabalho se intensificou, se comunicava com vários escritores jovens de terror e ficção, tornando-se muito amigo de Robert E. Howard, criador das histórias de Conan, o Bárbaro. Algumas de suas melhores obras foram escritas nessa época como The Call of Cthulhu (O Chamado de Cthulhu), At the mountains of madness (Nas montanhas da loucura) e seu único romance, O Caso de Charles Dexter Ward.

  
 Os últimos anos de sua vida foram complicados, perdeu sua tia querida, suas últimas histórias eram muito complexas e mais difíceis de vender e em 1936, seu amigo Robert E. Howard comete suicídio, deixando Lovecraft profundamente abalado. Nessa época descobre um câncer no intestino, que devido ao estado muito avançado provocava dores intensas, até o levar à morte em 15 de março de 1937, após ter dado entrada no Jane Brown Memorial Hospital.

  Apesar de suas histórias espalhadas por diversas revistas, não teve nenhum livro publicado em vida, mas havia feito muitos amigos e fãs fiéis, que acabaram formando o Círculo Lovecraftiano, onde mantinham viva a mitologia criada por Lovecraft, até que dois de seus amigos, August Derleth e Donald Wandrei criam a editora Arkham House, inicialmente destinada às suas obras e lançam um livro em capa dura preservando assim suas histórias. 
  
   Criador da famosa história do Necronomicon (O livro dos Mortos) e dos Grandes Antigos, divindades cósmicas de nomes impronunciáveis, que um dia dominaram nosso planeta, tendo como um de seus líderes Cthulhu, o Alto Sacerdote que dorme, aguardando que as estrelas estejam devidamente alinhadas, para voltarem a reinar sobre o mundo. Muitas de suas histórias foram inspiradas em pesadelos que tinha constantemente e algumas de suas maiores influências foram Edgar Allan Poe e Lord Dunsany. Sua obra serviu de inspiração para literatura, cinema, jogos, música, alcançando hoje a popularidade e reconhecimento que não teve em vida.  

 
 Grandes Contos é uma coletânea incrível lançada pela Editora Martin Claret, que reúne em 1176 páginas, as principais obras de Lovecraft ao longo de sua carreira, são 45 contos, em papel amarelado com aparência meio envelhecida, onde tentáculos ilustram a primeira página de cada estória. É uma edição maravilhosa em capa dura, com uma bela imagem. Consta também com o texto O horror Sobrenatural em literatura, onde Lovecraft explica sua visão, paixão pelos temas como Romance Gótico, origem de seus contos entre outros.
    








   Sendo Lovecraft meu escritor preferido, com certeza esse é um dos livros que mais aprecio, e recomendo para todos amantes do horror e ficção, que admiram seu trabalho ou que tenham curiosidade em conhecer. Foi um gênio da criação e revolucionou o gênero terror, indispensável para amantes da literatura fantástica.
  
  


"Não está morto o que em eterno jaz e o tempo até mesmo a morte desfaz. Em seu refúgio, Cthulhu espera, a sonhar"

































   Segue a lista dos contos presentes no livro:

  • A fera na caverna
  • O alquimista
  • A tumba
  • Dagon
  • Além da smuralhas do sono
  • Old Bugs
  • A transiçãod e Juan Romero
  • A Nau Branca
  • A Rua
  • A maldição que atingiu Sarnath
  • A árvore
  • Os gatos de Ulthar
  • Do além
  • Nyarlathotep
  • O pântano da Lua
  • Os outros deuses
  • A música de Erich Zann
  • Hipnos
  • O que vem com a Lua
  • Azathoth
  • Entre as paredes de Eryx
  • O cão de caça
  • O medo à espreita
  • O festival
  • Debaixo das Pirâmides
  • O horror em Red Hook
  • O chamado de Cthulhu
  • A chave de prata
  • A estranha casa alta na névoa
  • A busca onírica da desconhecida Kadath
  • O caso de charles Dexter Ward
  • A cor que veio do espaço
  • O descendente
  • A história do Necronomicon
  • O povo antigo
  • O horror em Dunwich
  • Nas montanhas da loucura
  • A sombra sobre Innsmouth
  • Através dos portais da chave de prata
  • O perverso clérigo
  • O livro
  • A sombra vinda do tempo
  • O Assobrador das trevas
  • O navio misterioso

Nenhum comentário :

Postar um comentário